Conheça Pachinko, um romance sobre quatro gerações de imigrantes coreanos no Japão! - Hospicio Nerd

Opa!

Sim meus caros romancistas, Min Jin Lee nos trás uma grande história de amor, que também é um tributo aos sacrifícios, à ambição e à lealdade de milhares de estrangeiros desterrados. Assim como no jogo de azar onipresente no Japão que dá nome ao romance, no qual o jogador pode definir a velocidade e a direção da bola em um labirinto de obstáculos, gerando assim inúmeros resultados possíveis, os personagens complexos e passionais do livro sobrevivem e tentam prosperar frente a diversas reviravoltas e desafios, entre eles guerras e crises econômicas. Essa impactante obra de ficção chega às lojas em dezembro, após os assinantes do intrínsecos, o clube de livros da Intrínseca, receberem o livro com exclusividade no mês de outubro, em edição especial de capa dura.
 
Entre os muitos elogios da crítica especializada e recomendações, o ex-presidente dos EUA, Barack Obama, afirma que “Min Jin Lee atrai você na primeira linha, ‘A história falhou, mas não importa’. […] É uma história poderosa sobre resiliência e compaixão”. Eleito um dos 10 Livros do Ano de 2017 pela Time e pelo The New York Times, o romance será adaptado para as telas em série produzida pela Apple TV, que contará com grande orçamento, comparável ao da aclamada The Crown, da Netflix.
 
O ponto de partida da trama é o início dos anos 1900, quando a adolescente Sunja, filha adorada de um pescador portador de uma deficiência física, apaixona-se perdidamente por um rico forasteiro na costa perto de sua casa, na Coreia. Esse homem promete o mundo a ela, mas, quando descobre que está grávida ― e que seu amado é casado ―, Sunja se recusa a ser comprada. Em vez disso, aceita o pedido de casamento de um homem gentil e doente, um pastor que está de passagem pelo vilarejo, rumo ao Japão. A decisão de abandonar o lar e rejeitar o poderoso pai de seu filho dá início a uma saga dramática que se desdobrará ao longo de gerações por quase cem anos.

Para adquirir seu exemplar basta entrar no site da dona Intrinseca e pedir o seu!

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários