Entrevistamos o sócio-fundador da Piticas, Felipe Rossetti! - Hospicio Nerd

E as respostas foram sensacionais!!

Fala Galera!

No ultimo final de semana estive cobrindo a Brasil Game Show e não pude deixar de passar no stand da Piticas e tentar falar com alguém sobre a marca. Fui recebida super bem e obtive o retorno do Felipe com as respostas das perguntas do Hospício Nerd! Fiquem com as respostas abaixo:

HN: Por que “Piticas”? Tem algum motivo especial para o nome?

FR: Quando crianças, nós nos chamávamos de “Piticos”. Quando pensamos em um nome, na hora já veio “Piticas” em nossas mentes e acabou pegando bem.

HN: Como surgiu a ideia de criar uma marca de camisetas e produtos da área geek/nerd?

FR: Após 10 anos de estudos nos Estados Unidos, meu irmão Vinicius e eu, voltamos para o Brasil com a vontade de abrir um negócio próprio. Como tínhamos o DNA geek, queríamos juntar uma paixão com nosso trabalho e começamos com a ideia de profissionalizar o mercado de licenciamento em vestuário no Brasil.

Resultado de imagem para felipe e vinicius rossetti

HN:  As seleções das séries e filmes para as estampas das camisetas e produtos são escolhidos a pedidos do público? Tem algum produto que vocês sempre tiveram o sonho de elaborar e conseguiram?

FR: A Piticas é uma empresa baseada em licenciamento de produtos, portanto, surfamos junto com o crescimento do mercado geek. O sucesso de um filme ou série, é diretamente relacionado ao sucesso de uma coleção nossa, portanto, escolhemos produtos que estão no auge em cada momento específico. Tudo que é criado, é aprovado pela licenciadora e, só assim, produzido. Se o filme vai bem, a coleção vai bem, caso contrário, a coleção também não performa.

Lutamos muito para alcançar as mais de 60 licenças que possuímos, cada uma delas é bastante importante para o sucesso da marca.

Resultado de imagem para loja piticas

HN: Esperavam a resposta positiva do público e todo sucesso que a Piticas tem hoje? 

FR: Entramos nesse mercado sem saber ao certo até onde chegaríamos. Em 2010, quando começamos, o mercado ainda era bem específico e fechado. A primeira loja foi inaugurada em 2010 no Road Shopping Itu (SP). Tivemos um crescimento exponencial a partir de 2013, quando entrou a primeira licença e tomamos esse rumo como objetivo da marca. A marca cresceu muito, hoje estamos com 388 pontos de venda no total, fecharemos esse ano com 420-430 pontos de venda total. Temos mais de 5000 skus de produtos, nos tornamos uma das maiores franquias do Brasil, e a única desse nicho de mercado. É um grande feito, nos orgulhamos muito, mas o que mais nos deixa feliz é poder empregar mais de 800 pessoas entre fábrica e franqueadora, colocando comida na mesa de todos e ajudando o Brasil a crescer.

HN: Piticas na BGS sempre é sucesso, pretendem fazer alguma ativação referente a marca para as próximas edições? 

FR: Fechamos as ativações do evento sempre no início do ano. Por isso, ainda não posso adiantar quais serão as novidades, mas queremos sempre mais, ou seja, um evento maior que o outro. O céu é o limite! Afinal, as áreas que mais oferecem oportunidades são as de Games e Animes. Nós temos o DNA Geek, nascemos assim, portanto, acreditamos que conseguimos inserir isso em nossos produtos e o consumidor fã também sente. Desde 2016 investimos em algumas linhas de games, e precisamos estar mais atentos aos nichos mais fechados para explorarmos antes dos concorrentes.

Foto tirada pelo Hospicio Nerd do Stand da Piticas na Brasil Game Show

Bom galera, espero que tenham gostado dos meus conteúdos da BGS, continuem acompanhando que essa semana estarei cobrindo a Horror Expo em São Paulo com varias novidades para vocês.

 

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários