{Resenha} A prima Sofia! "Aproveite a vida."! - Hospicio Nerd

Hello Peoples!!!

Trago a vocês hoje uma novidade que estreou 13 de agosto na nossa aclamada Netflix, A prima Sofia. Que até o momento tem apresentado boas notas de satisfação. Vou falar um pouco do filme, mas deixando claro que não haverá spoiler, quero te fazer entender o que o filme pensa em transmitir, mas sem que tire o seu encanto e curiosidade de vê-lo. Então vamos lá.

A prima Sofia é um longa de “comédia” dramática francês  que chegou recentemente na nossa amada Netflix. Originalmente lançado em 12 de setembro de 2019 e que tem estado em alta na plataforma. Com duração de 92 minutos de conflitos de valores. Elenco formado pelos incríveis: Zahia Dehar como Sofia, Nuno Lopes como Andrés, Nina Farid como Naïma, Benoit Magimel como Philippe, Clotilde Courau como Calypso, Loubna Avisar como Dounia, Lakdhar Dridi como Dodo, Henri-Noël Tabary como Stewart.

A Prima Sofia | Site Oficial Netflix

Netflix

A história se passa em Cannes, onde nas férias de verão, uma adolescente (Naïma) se sente atraída pelo estilo de vida da sua prima (Sofia), mas logo começa a aprender mais sobre si e seus verdadeiros valores.

Com uma imagem maravilhosa, por representar bem a região sul, o filme tem cor, sensação e observações sobre o que te faz pensar ser certo ou errado. A história é narrada por Naïma e sua visão de como tudo aconteceu, como era sua vida, sua escola, sua mãe, sua vivência com as pessoas e sua relação com Dodo e Sofia.

Ela é uma adolescente de 16 anos que ainda está em conflito de decidir seu caminho profissional e pessoal também, coisa que todo adolescente nessa idade passa, um conflito interno e indecisão de seguir incluindo o medo de nunca descobri ser bom em alguma coisa.

Sofia, sua prima tem um estilo de vida resumido em “liberdade” e até a liberdade é cansativa.

A Prima Sofia : Foto Mina Farid

Copyright ulian TORRES / Les Films Velvet

Ele se inicia com o aniversário de Naïma, com seu amigo Dodo a presenteando. Até que sua prima Sofia chega pra passar o verão e ela começa a questionar seus valores e vontades. Em suas saídas, elas conhecem Andrés (um milionário considerado anarquista) e Philippe (que trabalha na administração de seu dinheiro). A partir disso, eles seguem em uma “aventura” para descobrir sua essência.

É bem retratado como se comportam os adolescentes, na maneira de tratar seus pais. E sobre a transição do adolescente para o adulto, a tamanha “responsabilidade” de suas escolhas, sem contar com a vontade de ser o outro e imitar, Achando que aquilo é o que deseja ser.

Um filme bem elaborado, abordando diferentes diretrizes da vida. Seus julgamento e conceitos de certo errado e exemplo a ser seguido.

“O princípio do luxo, o verdadeiro luxo, é conhecer o contrário, os dois se intercalam, você tem que ser um pouco pobre ou ter sido pobre, para de fato ser rico e o oposto também é válido para compreender a pobreza tem que saber que a riqueza existe, que outra coisa existe”

No decorrer no filme, ela vai descobrindo sua verdadeira vocação, com quem deveria estar, como deveria seguir e a satisfação de tomar tais decisões.

Mas sem mais papo, senta aí, liga a tua tv na amada Netflix e vem assistir essa descoberta de valores e transição pra vida adulta. E veja “a beleza é a satisfação sem o interesse”. Bom filme!

 

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários