{Resenha} Cidade dos Mortos - Salve sua alma! - Hospicio Nerd

Hello Peoples!!!

Hoje lhes trago a nova série da Netflix, Cidade dos mortos! Uma viajante busca pela sobrevivência. Comprada pela Netflix e adicionada no dia 07 de outubro de 2020! Vamos evitar máximo de spoiler. O intuito é te deixar curioso para assistir essa maravilha.

Cidade dos Mortos : Foto

Netflix

Lançado na Rússia em novembro de 2019, após boas críticas a plataforma resolveu comprá-la e transmitir mundialmente. A série (ou minissérie como muitos consideram) tem 8 episódios com duração entre 45 e 56 minutos cada, foi baseada em um best-seller, “Vongozero”, que foi escrito por Yana Wagner e que foi traduzido em 11 idiomas (Imagina a maravilha desse livro). Criada por Pavel Kostomarov e tendo Yana Wagner e Roman Kantos responsáveis pelo roteiro.

Com seu elenco riquíssimo formando por: Viktoria Isakova como Anna, Kirill Karol como Sergey, Maryana Spivak como Irina, Yuriy Kuznetsov como Boris, Aleksandr Robak como Lyonya, Natalya Zemstova como Marina, Eldar Kalimulin como Misha, Victoria Agalakova como Polina, Savelii Kudryashov como Anton, Aleksandr Yatsenko como Pavel.

Cidade dos Mortos : Foto

Netflix

A trama da série se inicia com o espalhar de vírus em Moscou, onde torna a cidade uma verdadeira cidade dos mortos, sem eletricidade, sinal de telefone, dificultando toda a comunicação bruta e mostrando que classe social, localização, se torna algo insignificante, o que custa agora é sobreviver.. A luta não é somente contra a vírus, mas contra os vivos que lutam desesperadamente por combustível e comida.. Sergey mora com sua atual esposa (Anna) e enteado autista (Misha), ele busca sua ex esposa e seu filho e tentam fugir e se adaptarem juntos (coisa que não será fácil) E a sua trama se basea em tentar conviver com outras pessoa e sobreviver com elas.

Cidade dos Mortos : FotoImage

Netflix

Com um cenário lindo de Moscou e uma história que fixa a atenção, a série fez um resumo do livro completo e quase perfeitamente. Para alcançar o livro, as cenas tiveram que ser muito corridas, então não dava tempo de absorver, tendo muita informação jogada de uma vez e tendo certas cenas vazias! Porém, as cenas onde fazia a jogatina de tempo, para nos mostrar o que aconteceu no passado de cada Personagem, nos fazia ser mais íntimos e entender o que estava acontecendo no recente presente! A perfeição dada aos que pegavam o vírus e a descrição de como seriam as pessoas que fossem Submetidas a essa realidade de desespero, foram bem casadas e alinhadas.

Então, sem mais enrolação, vamos pra ação!! Liga na maravilhosa Netflix, pega a tua pipoca e venha nessa louca viagem no mundo apocalíptico de Cidade dos Mortos!!

“Que Deus tende piedade”

 

 

 

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários