{Resenha} Cobra Kai - O Karatê está conquistando o público outra vez! - Hospicio Nerd

INHAIMMM TUXOS E TUXAS, PRONTOS PARA MUITA PORRADA?

Menino, não é que o projeto deslanchou de verdade, a febre do Karatê voltou entre os nossos fãs da Mammy Netflix desde o primeiro dia de 2021 quando estreou no serviço de streaming mais famoso do mundo a 3ª Temporada de Cobra Kai! A rivalidade entre dois jovens que surgiu a anos atrás, mais preciso pelos anos 80, a tão famosa briga entre Daniel San e Johnny Lawrence, antigos rivais do primeiro filme de Karatê kid, alcançou a terceira temporada e pelo visto, só de ver o trailer, parece que promete não só com as explicações de tudo que já aconteceu até agora, mas também com várias surpresas deliciosas ao trazer mais personagens memoráveis da tão famosa trilogia de karatê criada por Robert Mark Kamen. E deixando bem claro, que nós do HN não damos spoiler e sempre seremos imparciais para sua opinião, porque aqui meu bem é você quem decide se VALE  ou  NÃO VALE a pena ver o que estamos resenhando tá! Agora que você já está ciente, vai correndo colocar seu kimono e vem pro tatame que a luta já vai começar tá!

A imagem pode conter: texto que diz "COBRA KAI TEMPORADA 3"

Netflix

A direção a três mãos de Hayden Schlossberg, Jon Hurwitz e Josh Heald ficou fantástica e dá para notar isso através do excelente trabalho de condução de todos os envolvidos para dar vida ao roteiro de Matthew McManus que além de bem escrito, está repleto de flash backs que até vai despertar a vontade de rever a trilogia de 30 anos atrás. O que mais chama a atenção nessa nova temporada, é o fato de que nossa Mammy Netflix foi esperta em adquirir os direitos da série do Youtube Premium, conservando a mesma nostalgia dos anos 80 das temporadas anteriores e que agora está se tornando também uma febre, só que entre os maratonistas, não é a toa que ainda vemos as vezes o repeteco na sessão da tarde ou nos grandes sucessos da madruga nas TVs abertas. Paro por aqui não, a fotografia, o figurino e a cenografia da série estão maravilhosos, posso até dizer que estão melhores do que as temporadas anteriores, esse é o resultado do trabalho dos ferinhas Katrin L. Goodson e Bob Wilson que abraçaram a produção desde o começo com muito carinho, sem esquecer que o Produtor executivo desse sucesso é o nosso amado Will Smith!

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz "NETFLIX"

Netflix

Com os acontecimentos das temporadas anteriores, os sensei Daniel Larusso (Ralph Machio) e Johnny Lawrence (William Zabka) apesar dos pensamentos e decisões bem diferentes, ainda continuam com os mesmos propósitos, ajudar Robbie (Tanner Buchanan) a enfrentar as consequências do que ele fez e com esperança de que Miguel (Xolo Maridueña) consiga se recuperar. Enquanto isso, na escola, a rivalidade entre os dois dojôs Cobra Kai e Myagi-Dô continua frenética e com certeza nessa temporada vai nos levar para muitos momentos de muita luta. Samantha (Mary Mouser) ainda com a rivalidade com Tory (Peyton List) acaba ficando motivada em conseguir justiça, devido as atitudes dos rejeitados agora sob o comando do Sensei Kreese (Martin Kove). Sendo assim, ela tenta de todas as maneiras reunir o máximo de alunos para tentar combater os atos inconsequentes dos garotos rebeldes do Cobra Kai que mais uma vez estão passando dos limites. Essa nova temporada tem várias participações de personagens que fizeram parte da trilogia Karatê kid e tenho certeza que muita gente vai deixar rolar algumas lágrimas saudosas quando revê-los.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Netflix

Estou gostando de ver o trabalho desse pessoal, agora que a Netflix assumiu as rédeas, podemos dizer que deve até ter mais investimento no projeto, além das lutas bem coreografadas, de conservar o enredo baseando-se na trilogia original, um elenco de 30 anos atrás misturado com novos talentos e regado de sucessos musicais dos anos 80, não se deve deixar de notar que dessa vez tem um pouco mais de dramaticidade, isso mesmo, tem aquele gostinho do comportamento jovem inconsequente no estilo retrô, ainda que meio brega, mas que provoca o bom humor através da autenticidade e claro do carisma de todo o elenco que já existia desde as duas temporadas anteriores. Esse pessoal foi esperto, apelar um pouco para emotividade e ressaltar que tudo com o tempo pode mudar para melhor e até mesmo se corrigir sozinho, é a sacada da hora, isso mesmo, em tempos de pandemia não queremos ver vilões que são destroçados e sim aqueles que são descontruídos e se encontram numa posição final de se recuperarem para melhor, não é verdade?

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé e área interna, texto que diz "NETFLIX"

Netflix

A ideia não foi somente original como também traz a combinação perfeita do passado com a inovação dos tempos atuais de forma harmônica, isso devido ao fato de trazer a ideia que devemos sim nos importar com o passado, mas dando continuidade para o que o presente nos reserva. Esse conjunto resultou numa química perfeita entre diretores, produtores e um elenco que deu um show de interpretação conquistando tanto o público mais antigo, fá da trilogia, quanto essa galerinha nova que está se jogando nos streamings para maratonar. A saga que traz duas equipes de luta vai com certeza resultar em uma quarta temporada que eu já estou ansioso para ver como vai ficar e quais as soluções que os criadores vão trazer para solucionar essa história toda, só espero que não pequem no enredo, até lá o conselho hospiciano é conferir todas as temporadas. Agora é com você, mas antes acho melhor escolher qual seu dojô e treinar muito para depois vir aqui e me contar o que achou tá! Simples assim! ADOROOOOO #CHOCOBJS

Todo domingo as 14:00 horas no IG TV do @marmotinhabh temos as LIVES MARMOTANDO com Hospício Nerd, apresentada por euzinho, @lisbragaoficial e @ricardocatizaneoficial dando dicas das plataformas Netflix, Prime Vídeo e Disney Plus, Cabines de imprensa e trazendo convidados maravilhosos a cada episódio! Vem com a gente e se jogaaaaaa! #CHOCOBJS #BOASFESTAS

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários