{Resenha} Curtindo a vida adoidado - Twist and shout! - Hospicio Nerd

Camon Baby!!

Todo mundo aqui já teve aquele dia que quis muito matar a aula e fazer alguma coisa mais interessante. Mas eu te garanto, ninguém que matou aula fez algo tão memorável quanto Matthew Broderick em Curtindo A Vida Adoidado. Dirigido por John Hughes e lançado em 1986, esse filme é um clássico atemporal e divertiu e encantou pessoas de todas as gerações.

A história é a seguinte: Ferris Bueller é um aluno do último ano do ensino médio que resolve matar aula pra ir curtir a vida. Ele finge para os pais que está doente e, assim que estes saem de casa, seu plano entra em ação. Ele liga para o amigo Cameron (Alan Ruck) para que eles passem o dia juntos. Cameron realmente acha estar doente (quando na verdade é só hipocondria) e não quer sair, mas Ferris o convence não só a sair como a pegar a Ferrari do pai de Cameron.

O passo seguinte é conseguir tirar a namorada de Ferris, Sloane (Mia Sara), do colégio sem levantar suspeitas. Cameron liga para o diretor Ed Rooney (Jeffrey Jones) se passando pelo pai da garota e consegue que Sloane seja dispensada. Aliás a cena em que eles buscam Sloane é muito engraçada. Ferris fica a uma certa distância da escola perto do carro e fala para Sloane ir até ele, como se fosse pai dela. Ela então se despede de Rooney e vai e dá um beijo em Ferris na frente do diretor, que simplesmente acha que a família dela é diferente e não desconfia de nada.

A partir daí os três vão a Chicago e vivem várias aventuras. Uma das cenas mais memoráveis é Ferris dançando e cantando Twist and shout num grande desfile. A multidão vai a loucura e se diverte junto com ele. Temos também a perseguição de Rooney a Ferris para provar que este estava matando aula. Ele acaba totalmente ferido por um rottweiler e humilhado. Outra cena marcante é mais para o fim quando a irmã de Ferris, Jeanie (Jennifer Grey), é presa acusada de passar trote na polícia enquanto, assim como Rooney, tenta provar que Ferris está mentindo. Na delegacia ela tem um pequeno affair com Charlie Sheen, que apesar de ter uma participação pequena tornou o momento uma cena clássica.

No final, Rooney não consegue provar que Ferris mata aula, Jeanie acoberta o irmão e Ferris se safa mais uma vez (não foi a primeira vez que ele matou aula). Não acabou bem pra todo mundo, mas acredito que os espectadores saíram satisfeitos, senão esse filme não seria o que é. A película está disponível na Netflix e no YouTube para comprar ou alugar.

Deixe seu Comentário

  1. Rafael BJKResponder

    Vi esse filme ainda ontem. Nostalgia pura! Save Ferris!