{Resenha} Dollface - Amizade é tudo! - Hospicio Nerd

Primeira temporada!!

Procurando uma série leve para assistir, que aborda questões femininas? Eu sei do que você precisa. Recomendo Dollface, série da Hulu que estreou em novembro do ano passado, criada por Jordan Weiss. É protagonizada por Kat Dennings, a Darcy de Thor e Thor – Mundo Sombrio. Dennings interpreta Jules Wiley, uma web designer cujo relacionamento acabou depois de cinco anos.

Jules se sente totalmente perdida, pois durante o relacionamento se afastou de suas amigas. Agora, sem ter a quem recorrer, ela retoma o contato com suas amigas. Ela consegue retomar contato com suas amigas, que tem a difícil missão de reintroduzi-la no mundo feminino novamente. Por exemplo, ela tinha esquecido o conceito de que mulheres tem que ir juntas no banheiro (não que eu concorde, só estou falando o ponto de vista das amigas dela). Vamos à descrição das amigas:

Madison (Brenda Song): melhor amiga e especialista em relações públicas, ela é alguém que vai fazer Jules se reconectar com o mundo feminino.

Stella (Shay Mitchell): ela gosta de festa e de se divertir, mas também se preocupa em ser levada a sério e ser considerada inteligente.

Izzy (Esther Povitsky): colega de trabalho de Jules, ela é desesperada por se sentir parte dos grupos que frequenta, seja de amigos seja profissional, o que acaba deixando-a um pouco esquisita.

É muito interessante a relação das quatro. Jules não sabe mais como agir perto de mulheres. Sua vida girava em torno de seu namorado (que aliás é meio babaca, ela tá melhor sem ele). Madison é super controladora mas também carinhosa e leal. Stella parece viver num mundo à parte, onde tudo é belo e só aparência importa. Izzy inventou uma persona no trabalho e agora tem a chance de se revelar.

E no meio das histórias ela vive algumas fantasias, como por exemplo a visão de uma mulher com cara de gato que aparece em vários momentos da série ou talk shows em que ela participa e que tem que tomar decisões de sua vida. É bem interessante.

Gostei bastante da série. A interpretação das atrizes é boa e a premissa é muito boa. Não achei a melhor série da vida, mas é boa para passar o tempo. O trabalho de animação da mulher com cabeça de gato me incomodou um pouco. A boca não articulava bem as palavras. Mas o personagem é incrível. Acho que eu daria 8 pra essa série. Assistam e tirem as suas próprias conclusões.

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários