{Resenha} Feel the Beat - Vai sentindo!! - Hospicio Nerd

Aquece o coração e te faz querer dançarNa trama, uma dançarina sem sucesso (interpretada por Sofia Carson famosa pelo filme Descendentes) não consegue passar em um importante teste pra Broadway e sem opções volta pra cidade onde nasceu e cresceu, sem querer aceita uma proposta para treinar um grupo de crianças para uma competição de dança e enxerga nesse trabalho uma forma de dar a volta por cima.

Feel the Beat : Foto Sofia Carson

Fonte: Adoro Cinema / Copyright Ben Mark Holzberg

Filmes de dança como Footlose, Dirty Dancing, Ritmo Quente ou alguns mais atuais, como quente tem um charme próprio por na grande maioria das vezes mostrar algum problema, algum tema considerado tabu, e mostrar a arte da dança como uma solução ou maneira de abrir a mente para coisas novas e quebrar preconceitos. Feel the Beat faz isso com temas muito atuais, na verdade temas atemporais, e trás com esses temas um filme muito gostoso de assistir com a família.

A começar pela protagonista, uma mulher arrogante e exibida responsável por treinar uma turma de crianças de 8 a 14 anos, e essas crianças carregam boa parte dos dilemas do filme, o principal é “Aceitar quem você é” e o filme faz uma coisa bem legal em montar um grupo de crianças que não se encaixam no perfil de beleza padrão, algumas não são magras e esbeltas, outras são atrapalhadas e sem ritmo, algumas não são tao lindas e maravilhosas, algumas meninas não são tao femininas, e também mostrar meninos jovens na dança também. E isso leva pro espectador uma sensação de “Eu era assim quando criança” ou “Meu filho é igualzinho” e trazer uma variedade de jeitos que ´´e quase impossível você nunca ter conhecido alguém igual a elas

Feel the Beat : Foto Sofia Carson

Fonte: Adoro Cinema / Copyright Ian Watson

Um dos pontos mais fortes do filme é obviamente a dança, a atriz protagonista é cantora, atriz e bailarina, então quando você vê ela dançando, pode ter certeza que ela não deve ter precisado da ajuda de dubles em muitas das cenas, e ela até ajudou na criação das coreografias, deu pra ver que ela tava muito confortável no papel. Porem, o que eu acho que foi a parte mais inteligente do filme, foi na coreografia das crianças, inteligente principalmente porque tiveram todo o cuidado de não expor muito o corpo do elenco jovem e não trazer coreografias “sensuais” demais para eles, tanto que em certos momentos onde o elenco faz um passo de dança que pode ser considerado exagerado pra idade das crianças, a direção brilhantemente opta por mudar o angulo da câmera deixando mais natural, ou eles mostrar as reações do publico que está assistindo ao show, que por ser na maioria de pais e mães, a reação deles fala “Olha o que minha filha ta fazendo, ela é incrível”

E por falar em pais, o filme tem cenas muito lindas de pais indo nos espetáculos de dança das filhas, e até ajudando elas a fazer alguns passos em casa, e quando é um menino dançando no palco o filme acerta em esquecer aquela visão de dança ser algo feminino, e mostra cenas incríveis dos pais aplaudindo os filhos e gritando da plateia

“Gente aquele é meu filho, arrasa filhão!”

Por ultimo, vale falar sobre a protagonista, que por ser mais bruta com as crianças, vai amolecendo a medida que o filme passa, e é legal perceber como durante o filme inteiro ela tenta se destacar de todos, durante o filme todo ela usa roupas coloridas que destoam de todos, e conforme o filme passa ela passa a combinar com a equipe que ela treina mostrando como ela vai aprendendo enquanto ensina.

 Feel the beat é um filme fofinho, que usa a arte da dança pra te mostrar temas muito mais complexos sem abandonar em momento algum a leveza do roteiro e fazendo você não ter vergonha alguma de ser quem você é, porque afinal, a arte é pra todos

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários