{Resenha} The Mandalorian (S01E03) O Anti-herói - Hospicio Nerd

Mas nem tanto assim…

ATENÇÃO !!! SPOILERS DO EPISÓDIO 3 DE O MANDALORIANO ABAIXO!

Uma das maiores apostas do Disney+, “O Mandaloriano”, continua indo de vento em popa. Respeitando muito o espírito Star Wars, a série entrega uma aventura repleta de ação, mitologia e significado.

O design de produção e a fotografia continuam impecáveis e Pedro Pascal consegue mostrar carisma mesmo dentro de uma armadura (aliás, que armadura!). Talvez a crítica aqui caiba à coreografia de ação, que ficou um pouco a desejar, sem muita criatividade.

No terceiro episódio, talvez a série tenha entregado as melhores cenas de ação até agora. Aqui, as tomadas abertas dos primeiros dois episódios foram substituídas pelos becos sujos de planetas desconhecidos, um ar de claustrofobia e perigo permeia ao redor do Mandaloriano durante todo o episódio. Assim, ele segue até o cliente e entrega o resultado de sua caçada. Entretanto, o lado herói acaba por falar mais alto, e o caçador de recompensas retorna para salvar a pequena criatura.

Vemos mais um pouco do seu passado trágico, porém, mostrado exatamente da mesma forma que no episódio anterior, o que poderia ter sido mais original. Também é introduzido um pouco mais da religião dos Mandalorianos e de seus escrúpulos.

A meu ver, o roteiro torna pouco verossímil a própria missão do personagem, que após grandes perigos, tem sua recompensa transformada em sua armadura. Digo, o quão aceitável é fazer missões e não lucrar com elas? A série arranha uma espécie de rito da religião na forma da armadura, mas não é clara, o que deixa este questionamento no ar. Depois de tantos apuros, a única recompensa do protagonista é a moral, típico dos anti-heróis do áudio-visual norte-americano.

Também fica a dúvida do que acontecerá dali para frente, já que o Mandaloriano faz a única coisa que um caçador de recompensas não deve fazer: trair a barganha e retomar o objeto da missão. Fica a dúvida de como serão os rumos do protagonista, já que a lógica obriga-nos a acreditar que agora acabaram seus dias como caçador de recompensas.

Espero ainda que a série explique o motivo da ajuda final dos membros de sua religião, onde todos acabam por trair a guilda dos caçadores de recompensa ao proteger o protagonista, ou pelo menos se digne a mostrar as consequências do ato.

Agora, o mais curioso será acompanhar a saga da improvável dupla: o impiedoso, mas nem tanto assim, caçador de recompensas junto ao sério candidato a bichinho mais fofo de Star Wars.

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários