{Resenha} O Grito - Origens - Hospicio Nerd

Ta com medinho?

No final dos anos 90 pro inicio dos anos 2000 o cinema japonês estava crescendo graças a fama dos seus filmes de terror, um desses foi Ju-On, que teve “duas franquias” a japonesa da qual foi originada, e a americana logo apos os direitos terem sido comprados, ambas as franquias tiveram dezenas de continuações, inclusive no inicio de 2020 um reboot/Continuação da franquia americana foi lançada nos cinemas, o filme fracassa como terror, e fracassa com tudo o que tem direito. Porem, a Netflix acaba de lançar uma serie abordando a origem da franquia.

O Grito: Origens : Poster

Fonte: Adorocinema

A serie veio para abordar não necessariamente a origem da franquia, mas sim a origem da historia e das lendas urbanas japonesas das quais fizeram o criador da franquia  (Takashi Shimizu) ter pesadelos e coragem de elaborar a historia e dar inicio ao projeto.

Ambas as versões da franquia tem os icones que elevaram a imagem das obras, que sao a Kayako e o Toshio, as figuras emblemáticas, de pele branca-azulada cadavérica, olhos esbugalhados que emitem grunhidos bizarros, essas figuras ficaram iconicas e equivalentes a figuras como  Jason de Sexta feira 13 e Freddy Krueger, por nao apenas terem uma aparência assustadora, como por serem invencíveis dentro da historia.

A serie por retratar as historias e lendas das quais a franquia foi inspirada foca em outro ponto, esquece a Kayako e o Toshio obviamente e focam na maldição que os rodeia, a historia se baseia na casa onde ocorreram assassinatos brutais, ao decorrer da trama vários personagens aparecem e tem seu momento de protagonismo, porem todos são ligados pelos acontecimentos da casa, mesmo que alguns nem saibam que estão envolvidos.

O Grito: Origens : Foto

Fonte: Adorocinema

A serie não tem aqueles “Jump scares”, os sustinhos de pular da cadeira, mas compensa com aquele clima tenso sempre que alguém pisa na casa, ou principalmente quando alguém sai dela e você percebe que o personagem saiu dela um pouco esquisito ou traumatizado pelo que viu ou pelo que viveu dentro dela. Alem do clima, o suspense e o mistério tambem são os pontos fortes, comparado a outras produções como A Maldiçao da residencia Hill, ela não trás grandes inovações ou algo que realmente te atraia os olhos, porem, comparado a todas as continuações que vieram depois dos primeiros filmes, ao menos a serie faz muito mais sentido e funciona muito melhor o reboot/continuação que foi lançada no inicio do ano de 2020.

Depois de incontáveis filmes de o Grito, tanto japoneses quanto americanos, a formula estava tao gasta, que apostar em uma produção com esse nome podia ser perigoso, principalmente se tratando de um projeto com um potencial tao imenso, mas jogado fora. Um espirito de olhos esbugalhados, aparecendo do nada grunhindo e se tremelicando indo na sua direção, quem não teria medo disso?

Foto

Fonte: Adorocinema

Aqui, a produção optou por algo simples e mais confortável, não da susto ou medo mas ao menos se preocupa em trazer uma historia que faça sentido, mesmo que te deixe confuso as vezes, como o original, a historia vai e vem no tempo sem você perceber em dias ou meses, e por conta da falta de costume do publico não consumir produções asiáticas, pode parecer um pouco confuso já que por se tratar de um elenco japonês e nenhum ter alguma postura marcante, as vezes é fácil se confundir com os personagem

O Grito (Ju-On) Origens, é uma serie simples, e pode ate ser decepcionante dependendo da expectativa que você tenha, ela vaga pelo suspense e pelo investigativo muito mais que pelo terror, mas peca em não desenvolver mais a historia de uma forma mais fácil do povo digerir as informações, talvez se os episódios fossem mais longos ou a temporada ser maior, a historia pudesse ser mais cativante, mas ela aposta tanto no seguro que no final se torna esquecível.

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários