{Resenha} The Walking Dead - Lines We Cross (S10E01) Cruza aqui não!!! - Hospicio Nerd

Sensacional!!!

Sim meus caros walkers, finalmente nossa série amada está de volta e com uma premiere digna de ser adorada até por Quentin Tarantino, sim eu fiz essa comparação, a estrutura de edição ficou simplesmente fantástica!! E antes de começar tenho que dizer que por ser resenha de um episódio teremos spoilers, então se você quiser saber o que eu achei do episódio pode continuar lendo, chega de papo e bora resenhar!!!

E tudo começa com a Judith narrando um pouco dos acontecimentos que os levaram até aquele momento, temos um salto temporal de alguns meses, e somos apresentados a um treinamento lá em Ocenside, um treinamento digno de império Romano, com escudos, lanças, flechas e espadas, a diferença é que também temos muitos zumbis hehe ao fim do treinamento os filhos de Jerry, Judith e RJ vão até a praia para curtir alguns momentos de paz, porém estamos falando de The Walking Dead, não demorou muito para nossa pequena Grimes encontrar uma mascara dos Sussurradores, isso deu uma mexida com a turma, principalmente com Aaron, que fez uma chamada de rádio com o Padre Gabriel e o pediu para avisar a turma de Alexandria. E foi muito foda ver que eles estão realmente respeitando os limites estabelecidos pela Alfa, e cara é um puta território! Nosso barbudo que parece ter ganhado o arco de Rick Grimes dos quadrinhos, fez parceria com Michonne para vasculhar as fronteiras da comunidade praieira, eles acabam chegando em uma ponte, que parece muito com aquela que o Health desapareceu lembram? Lá ele acaba ficando puto da vida e dá uma passadinha para o lado dos Sussurradores, mas a nossa samurai conversa com ele e se acalmam um pouco. Eles voltam para a Oceanside e Michonne se depara com Judith contando uma história para seu irmão, ela estava contando sobre o Homem Valente, que na realidade era a história de Rick Grimes, e nesse momento o satélite entra na atmosfera, surpreendendo todo mundo! E rapidinho o Eugene chama a Michonne pelo rádio.

E somos levados para outro capitulo da história, dessa vez vemos Alexandria, começando com a conversa do Padre Gabriel com o Aaron, e então vimos um pouco do que está acontecendo na comunidade, Eugene é o babá da filha de Rosita, e descobrimos que Siddiq está com transtorno pós traumatico já que o cara presenciou o pré cerca de estacas, e também somos apresentados ao Dante, personagem vindo direto dos quadrinhos. Também vimos que nosso querido vilão tio Negan agora está fazendo alguns trabalhos fora da cadeia, ele colhe os legumes e leva o lixo para fora mas pelo menso não fica preso o tempo todo, e ao que parece ele e Lidia estão criando um certo laço, e o cara dá uma dica sagrada para ela, que a garota tome cuidado, isso se deve pelo fato de que Alenxadria entrou em código Amarelo. E ao que parece o Padre Gabriel também pegou um pedaço do arco de Rick Grimes dos quadrinhos, já que Negan dá a ele uma dica de ouro sobre como conversar com a comunidade, nos quadrinhos isso ocorre e termina com o todo mundo gritando o nome de Rick e o Negan em sua cela soltando um divertido “Meu garoto”, a cena muda quando o satélite entra na atmosfera, Eugene corre para o rádio e pede para falar com a Michonne ou algum dos big boss!

Mudamos outra vez, agora estamos na praia, descobrimos que Kelly irmã de Connie também está perdendo sua audição, a preocupação dela não é com isso e sim com sua irmã, de como ela passaria as informações para sua maninha, claro que Connie acalma a garota, e eis que o DogAryl chega e pula em cima dela, e ao ver que o Daryl se aproximava Kelly olha para sua irmã e faz um movimento com o olho, daqueles que dizem “Olha o Crush vindo!”, não rolou beijo nem nada mas acredito que temos algo ali, e eis que  Daryl e Rei Ezekiel estão esperando um barco, quem está nesse barco? A pirata Carol, que agora é uma Sea Dog, aí temos algo bem legal também que é a comprovação de que Carol está assumindo o arco de Michonne dos quadrinhos. Foi meio triste ver a cagada que ela deu para o Rei, e acabou pulando no colo de seu amigo Daryl, os dois dão uma voltinha e partem em um passeio de moto. Eles acabam caçando, encontram um cervo, Daryl o atinge na perna, eles vão atrás do bicho e quando ele morre… não podem pega-los, Carol até queria, mas o bichinho morreu no lado dos Sussurradores, e com isso nossa pirata ficou puta com seu amigo. Depois de um papo e uma promessa de fuga a cena muda com a queda do satélite.

Agora temos o ponto alto da queda do satélite, fogo! Sim, a floresta começou a pegar fogo e com isso Oceanside teve que acionar sua brigada de incêndio, já que o fogo poderia atingir a comunidade, a maior preocupação de Michonne era o fato de que eles teriam que entrar no terreiro da Alfa para apagar o fogo, mas não tinham escolha, até a turma de Alexandria chega para ajudar, Eugene é um dos frentes já que estava muito interessado no equipamento, e a galera ralou muito, ficaram a noite inteira lutando contra fogo e zumbis, quando amanheceu e o fogo estava contido, Eugene pediu para levarem o satélite, Michonne não queria já que estavam em território inimigo, mas aquilo era importante e correram o risco, mas duas pessoas não estavam ali, Daryl e Carol!

E agora vem a cena mais foda, a cena que mais comprova o protagonismo feminino nessa nova era de The Walking Dead, Daryl leva Carol até o penhasco onde Alfa o mostrou os walkers, só que eles não estavam lá, no começo do episódio descobrimos que houve uma tempestade a pouco tempo, talvez seja esse o motivo dos defuntos terem sumido dali, os dois conversam um pouco e Daryl ameaça furar todos os barcos para que sua amiga não parta outra vez, ele sai de cena, e então a música de Kill Bill veio a minha mente, lá em baixo do penhasco Alfa surge para curtir um solzinho, lá em cima está Carol, as duas se olham, e a trilha da Beatrix com a Elle começou a tocar em minha mente, e o episódio termina!!! Sem dúvidas foi um grande retorno, espero muito que a Angela Kang continue fazendo um grande trabalho, esse lance de ter os pontos de vista divididos com titulo foi sensacional, em nenhum universo daria menos de CINCO FLAVITOS para esse episódio, e que venha o segundo!!!!!

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários