Luta Pela Fé: A História do Padre Stu - Você acredita? || Resenha

E aí galera, bão?? Hoje vou falar sobre o Filme LUTA PELA FÉ – A HISTÓRIA DO PADRE STU.

Lembrando que aqui, falo a minha opinião sobre o filme e não contém SPOILERS.

Baseado em uma história real, LUTA PELA FÉ, conta a história de Stuart Long (Mark Wahlberg), que era um lutador de boxe em sua cidade e ia até bem, quando descobre um problema que o impossibilitava de continuar lutando. Procurando outra forma de ganhar a vida, decide ser ator e se muda para Hollywood para buscar contatos e, quem sabe, virar realmente uma estrela.
Ele começa trabalhando como balconista em um supermercado porque, na visão dele, estrelas de Hollywood também precisam se alimentar e iria às compras (Será??).

Luta pela Fé - A História do Padre Stu || Hospício Nerd

Copyright Sony Pictures

Até que ele conhece Carmem (Teresa Ruiz), uma professora católica e sua vida muda completamente. Inicialmente, ele só quer conquistar Carmem, mas, depois de um grave acidente, as coisas mudam muito.
Contando ainda com Mel Gibson no papel de Bill Long, pai de Stu, o filme conta os relatos dessa mudança de patamar na vida de Stu, com uma pegada religiosa, mas não da forma convencional. LUTA PELA FÉ mostra como Stu se aproximou de Deus, na visão dos religiosos, através do chamado que ele já tinha e, na visão dos não religiosos, por um acaso. Mas isso é mostrado, sem aquele apelo narrativo religioso de conversão para a religião.

A trilha sonora é mais marcada pelo Country e souberam dividir bem até o momento, em que Stu decide ir ao seminário. A direção de Rosalind Ross é bem conduzida e o filme caminha de forma fluida, sem atropelos e encerra sem problemas. A fotografia e a edição narram bem sem destoar do restante de toda produção.

No fim das contas.

Acredito que muitos podem torcer o nariz, ao saber que é um filme sobre um padre, mas acho que irão se surpreender porque não se trata diretamente da religião para o espectador, mas sim de um relato que fez bem para um cara que já tava desacreditado em sua vida. Pode ser clichê, mas ele achou algum propósito pra ele. Muitos de nós, estamos sobrevivendo, sem saber p onde ir e sem propósito de vida. Stu conseguiu achar algo que fazia sentido em sua vida e que fez bem pra ele, tendo conseqüência na vida de outros. Se for assistir ao filme, não vá fechado e assista fora da caixa. Eu, por exemplo, sou ateu e achei o filme muito interessante, mesmo tendo religião. Vale a pena, pela experiência.
Abraços.
Juggernaut.

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários