{Resenha} Demon's Souls (PS5) - Hospicio Nerd

Morrer é normal aqui.

A nova geração chegou e com ela alguns grandes títulos. Desenvolvido pela Bluepoint Games e publicado pela Sony no dia 12 de novembro, Demon’s Souls é o remake do clássico de 2009 e chega como exclusivo e título de lançamento do Playstation 5. Preparados para morrer muito? Aqui quem fala é Marcello Quintanilha e vamos a mais um review.

Demon's Souls

Primeiro é bom ressaltar que eu não joguei o original de 2009 no PS3, mas a Bluepoint Games já é bem conhecida por ter feito o remake de Shadow of the Colossus para PS4, e agora no Demon’s Souls ela fez um excelente trabalho tecnicamente, respeitando demais a obra original.

O jogador controla um personagem que é completamente personalizável. Logo no início devemos criar nosso personagem, podendo modificar os mínimos detalhes de sua aparência, e escolhemos uma classe que define os nossos status iniciais e os primeiros equipamentos. Ai a história começa. O mundo se encontra assolado por demônios que se alimentam das almas dos seres vivos, os que perdem suas almas se tornam insanos e violentos. O mundo está um caos, vários guerreiros falharam em salvar o reino. Nossa missão então é ser esse guerreiro matador de demônios e, para isso, também nos alimentamos das almas dos inimigos para ficarmos mais fortes.

A história certamente tem um lore incrível, porém não é tão clara ao jogador. A beleza de muitos jogos da série souls é essa, muito do lore é contado através de diálogos, cenários e itens espalhados. De toda forma, sabemos que o foco é o combate, então vamos falar dele.

Demon's Souls – Prévia de jogabilidade no PS5 – PlayStation.Blog BR

Agora a jogabilidade, o ponto alto de jogos desse gênero. Temos um RPG de ação que é conhecido pela sua dificuldade elevada. Sim, como sempre em jogos souls, você deve se preparar para morrer muito. No PS5 podemos configurar para jogar no modo desempenho a 60fps com resolução de 1440p aumentada para 4k ou no modo cinemático a 30fps com 4k verdadeiro. Como é um jogo com um combate bem apurado eu decidi pelo modo desempenho, com a melhor taxa de frame rate possível. O combate está fluído. Para quem nunca jogou, mas já assistiu alguma gameplay, parece ser simples. Porém é um jogo de estratégia e muita paciência, onde temos que administrar a nossa barra de vida e vigor, e saber o momento certo de bater, defender ou rolar. Qualquer movimento errado pode te custar a vida. Pode parecer difícil no início, realmente é, mas você aprende com o tempo.

Um ponto bem interessante é que cada jogador terá uma experiência bem diferente. Primeiro pelo fato de que temos uma grande variedade de status para focar os upgrades. Um pode preferir força e HP, para um combate de curta distância, outro pode optar por focar em dano mágico e ser um mago a longa distância, vai de cada um. Segundo que a sua jornada pode ser feita como bem entender. Temos 5 mundos que podem ser acessados de um local principal chamado Nexus. Não existe uma ordem certa de se jogar, então imagine que funciona como um mundo aberto onde as quests não tem uma ordem única. Por fim, a grande variedade de armas, armaduras, magias e itens utilizáveis é enorme, sem contar os diferentes upgrades de armas possíveis. Tudo isso dá um grande valor de replay ao jogo, que é necessário se você quiser ir atrás da platina.

Demon's Souls

Não posso deixar de citar o fator multiplayer, que funciona da mesma forma que em outros jogos da franquia souls. Podemos ter nossos mundos invadidos por outros jogadores ou invadir outros mundos. Mas na minha opinião, a melhor parte são as mensagens deixadas por outros jogadores pelo chão, muitas delas que servindo como aviso, podem te salvar.

Agora falando da parte técnica, que a meu ver, é onde o game mais impressiona. Devo dizer que Demon’s Souls mostra que a nova geração chegou e com todas as tecnologias disponíveis entramos de cabeça nesse mundo fantástico. Até uma pequena chama no cenário atrai sua atenção pela sua qualidade. Posso dizer que não vi um erro gráfico ou bug durante as minhas mais de 24h de jogatina. A qualidade de som te deixa mais imerso ainda, seja no rugido de um dragão enquanto cospe fogo, seja no bater das espadas, som este que sai do próprio DualSense, dando uma sensação de proximidade. O loading quase nulo graças ao SSD faz as mortes serem menos frustrantes, podemos voltar a ação rapidamente. Os chefes estão incríveis nessa versão. Essas batalhas que já eram marca registrada do game ficaram ainda mais épicas, cada vitória é uma sensação de superação e alívio.

Demon's Souls on PS5 guide: How to use photo mode | Android Central

Finalizando mais este review. A Bluepoint nos provou mais uma vez como um remake deve ser feito. Demon’s Souls é impecável tanto na parte técnica quanto em sua jogabilidade. É um excelente exemplo de como iniciar uma geração e um grande chamariz para o PlayStation 5. Para quem é esse jogo afinal? Jogos do tipo souls like, como eu já disse, são reconhecidos por sua dificuldade. Realmente não agrada a todos. Para quem é fã do gênero e para quem jogou a versão de PS3 eu diria que é uma compra obrigatória. Para os felizardos donos de PS5 eu aconselharia a dar uma chance. Experimente você mesmo e nunca desista, morrer aqui faz parte da jornada de aprendizado e evolução, a recompensa no final de cada árdua batalha faz valer a pena cada gota de suor.

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários