{Resenha} P O S E! - E a categoria é... a vida LGBTQ+ nos anos 90! - Hospicio Nerd

INHAIMM TUXOS E TUXAS SE JOGA NO CARÃO E STRIKE THE POSE!

Chocada, jogada, colocada e montada, é assim que me sinto ao abrir o streaming e descobrir que a Mammy me deu mais motivos de continuar minha idolatria, POSE 1ª e 2ª temporadas estrearam no dia 01 de janeiro e meu amor, é para chocar mesmo tá! Veaaaaado…. Nada melhor do que ter a certeza que tudo pode ficar registrado na vida, tanto para as futuras gerações quanto para aqueles que ainda estão aqui e que viveram esse momento de mudança e aceitação no mundo inteiro. A Netflix agora vai conseguir muito mais do que só um tipo de público, vai permanecer com o que tinha e ainda atrair mais adeptos simplesmente pelo fato de adicionar em seu menu a série polêmica, realista e cheia de lembranças boas para quem viveu os anos 90 e teve que abrir sua mente para começar a entender e respeitar o ser humano de maneira mais abrangente, ou seja, nossa Mammy arrasou! Já deixando bem claro, que nós do HN não damos spoiler e sempre seremos imparciais para sua opinião, porque aqui meu bem é você quem decide se VALE  ou  NÃO VALE a pena ver o que estamos resenhando tá! Agora que você já está ciente, para tudo, se monta com a melhor produção e strike the pose porque hoje a casa está cheia e vamos quem vai vencer o desafio!

A imagem pode conter: 1 pessoa

FX

E muita gente já viu a primeira temporada, sem falar muito para não dar spoiler para os que ainda não viram, na segunda temporada ainda temos duas casas disputando ferozmente os concursos dos bailes da comunidade gay, a casa Evangelista e a casa Ferocity. Blanca Rodriguez Evangelista (MJ Rodriguez) ainda continua cuidando dos amados filhos Damon (Ryan Jamaal Swain), Richy (Dyllon Burnside), Angel (Indya Moore), Lil Papi (Angel Bismark Curiel) e Pray Tell (Billy Porter) com todo amor e mão firme para não deixar nada sair do controle. Elektra (Dominique Jackson) ainda permanece na casa sustentando um dos nomes da casa Abundance, mas pelo visto essa diva da noite parece que tem mais propósitos a serem alcançados e vai virar tudo de cabeça para baixo na intenção de conseguir o que quer. Os conflitos, as mortes em sequência causados pela AIDS e o preconceito acentuado vão obrigar as casas a sobreviver e ao mesmo tempo trazer o conceito de humanidade para todos abraçando a causa do orgulho gay. Num período que o mundo inteiro reformulou seus conceitos sociais, a história de um pequeno grupo de excluídos vive uma saga recheada de sorrisos, compaixão, dor e lágrimas para terem seus direitos reconhecidos e conquistarem o respeito.

A imagem pode conter: 4 pessoas, área interna

FX

Claro que teria que ser bem pomposa, tanto que a direção a 6 mãos da 1ª e 2ª temporadas já demonstram isso com o trabalho feito de Ryan Murphy, Gwyneth Horder Payton, Janet Mock, Jennie Livingston, Steven Canals e Tina Mabry que tiveram a produção assinada pelo próprio Murphy e Steven Canals associados a Alexis Martin Woodall, Brad Falchuk, Brad Simpson, Nina Jacobson, Our Lady J e Sherry Marsh ao lado da FX, que vamos convir mostraram direitinho que sabem fazer uma série de primeira. Mas o sucesso garantido é obra de uma boa atuação, o que mais nos deixa feliz é saber que a inclusão está colaborando com isso de maneira maravilhosa, assim o rico elenco formado por MJ Rodriguez, Ryan Jamaal Swain, Dyllon Burnside, Indya Moore, Angel Bismark Curiel, Billy Porter, Dominique Jackson, Alexander DiPersia, Angelica Ross, Cecilia Gentili, Charlayne WoodardDamaris Lewis, Giorgio Panetta, Frank De Julio, Hailie Sahar, Jarrett Winters Morley, Jason A. Rodriguez, Jeremy McClain, Ken Holmes, Patti LuPone, Ricky A. Schroeder, Sandra Bernhard e Trace Lysette fez com que todos nós que estamos assistindo aqui do outro lado só consiga descolar o olho da telinha depois de maratonar tudo. O restante fica por conta do figurino impecável, objetos de cena da época e claro impossível não comentar sobre a trilha sonora que ficou BABADEIRAAAAA!

A imagem pode conter: 2 pessoas, área interna

FX

Mostra como era o mundo LGBTQ+ nos anos 90 de forma inteligente, o roteiro também a seis mãos de Brad Falchuk, Janet Mock, Our Lady J, Ryan Murphy, Steven Canals e Todd Kubrak ficou mais do que valorizado com o show de interpretações desse núcleo de super atores bem eclético, o que fez a diferença, que você somente nota quando assiste a excelente atuação de MJ Rodriguez, Dominique Jackson e Indya Moore que roubam a cena o tempo todo com a intensidade e a realidade utilizadas para mostrar a vida dos seus personagens. O fator de inclusão dentro do universo das séries tem sido bem acentuado nesses tempo de pandemia, não somente nesta que tem um tema específico, mas também em quase todas as produções lançadas nos últimos tempos. Pose traz o que aconteceu de melhor e de pior na época e com certeza tem grande importância no que diz respeito a história vivida pelos homossexuais e afins no período, desde a discriminação ao desprezo social vividos por cada um, ou seja, mais do que um entretenimento, é um aviso e um alerta para que não possamos repetir esse grande erro do passado que quase levou a humanidade à pratica do desamor.

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas dançando, pessoas em pé e pessoas no palco

FX

Para minha pessoinha foi gratificante meu amor, como diz minha amiga Nayla Brizzard, me amarrota que tô passada, mas ao assistir as duas temporadas eu tive a sensação de voltar ao passado e reviver tanto a vida quanto as noites de muita música boa e diversão nas casas noturnas da época. Outro fato importante foi que citaram a revolução que Madonna fez ao lançar a música VOGUE em 1990, trazendo a cultura dos bailes de competição entre as casas das chamadas MOTHERS que acolhiam os gays de todos os tipos que naquele tempo eram abandonados e expulsos de suas casas pelos próprios pais que não aceitavam o homossexualismo, já que ainda era uma sociedade cheia de tabus. Narrando para vocês a minha experiência espero que eu possa levá-los a prestigiar esse trabalho lindo de Murphy e todos que estão envolvidos no projeto, porque eu te garanto que algo vai te fazer emocionar tá! Agora vai lá e confere, mas antes te aconselho a encontrar uma casa para te representar porque o fervo promete e o baile só termina depois que o último filho desfilar! ADOROOOOO #CHOCOBJS

Todo domingo as 14:00 horas no IG TV do @marmotinhabh temos as LIVES MARMOTANDO com Hospício Nerd, apresentada por euzinho o Marmotinha,  @lisbragaoficial  @ricardocatizaneoficial  dando dicas das plataformas Netflix, Prime Vídeo e Disney Plus, Cabines de imprensa e trazendo convidados maravilhosos a cada episódio! Vem com a gente e se jogaaaaaa! #CHOCOBJS

 

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários