{Resenha} Reality Z - Então... - Hospicio Nerd

Pois é!

Sim meus caros zumbis brasukas, a série é baseada em uma outra chamada “Dead Set”, que eu tive a curiosidade de assistir um pouco para fazer essa resenha, a comparação precisa ser feita já que as duas são beeeem parecidas. Vale dizer que como sempre minhas resenhas não tem spoilers, e também não foi feita para ditar o que é bom e o que não é, apenas expressando minha opinião, para você tirar suas conclusões assista a série hein? Então, chega de papo e bora resenhar!

Reality Z : Foto

Fonte: Netflix / Divulgação

Quando vi o trailer da série cheguei a brincar que a dona Netflix estava me copiando, já que eu escrevo uma história chamada ReZistência, que também é sobre apocalipse zumbi e se passa no Brasil, mais especificamente em Belo Horizonte, já que sou daqui! Mas logo nos primeiros minutos da série eu me arrependi e muito de ter tido isso. O foco da história é um reality show chamado “Olimpo”, um tipo de Big  Brother onde os participantes assumem personagens com nome de deuses.

Reality Z : Foto

Fonte: Netflix / Divulgação

E eis que do lado de fora a cidade maravilhosa começa a entrar em caos, os mortos estão nas ruas atacando os vivos e aumentando seus números de caminhantes. E ao melhor estilo Guerra Mundial Z, tivemos zumbis que corriam para caramba, e até que ficaram bem legais, apesar de diversas cenas eles terem demonstrado adorar comer entranhas e panturrilhas, o visual das criaturas foi sem dúvida o único ponto “bom” da série inteira.

Reality Z : Foto

Fonte: Netflix / Divulgação

Boa história, bons personagens, carisma, enredo, ritmo, boas atuações, boa direcao, boa fotografia…isso foi tudo o que a série não teve, para não ser tão chato, o efeito da cidade maravilhosa com fogo e explosões foi bem legal, mas ficou nisso mesmo. A série me lembra e muito aqueles trash antigos, com direito a morrer gritando: “- MINHAS ENTRANHAS!” Tivemos algumas tentativas de piadas que não rolaram, não consegui gostar de nenhum personagem, e o lance das pessoas descobrirem as coisas a la power rangers também foi bem incômodo. Por exemplo, você não pode matar um zumbi perfurando a cabeça e já ter a certeza que esse é o jeito certo, tem que experimentar algumas vezes primeiro né?

Reality Z : Foto

Fonte: Netflix / Divulgação

No fim das contas os dez episódios com pouco mais de 30 minutos que parecem ser mais de quatro horas cada, sabe aquele momento que um minuto parece uma hora? Pois é, infelizmente essa foi a minha sensação assistindo a série, mas como sou um fã do gênero zumbi, fui firme até o final. Não tem como eu dar mais de UM FLAVITO para série, por mais que o estilo trash seja algo que eu goste, a história não me fisgou nem um pouco, e ao meu ver os clichês não foram bem usados e muto menos desenvolvidos, uma pena!

 

 

Deixe seu Comentário

  1. GIOVANNI CARVALHO COSTAResponder

    Cara disse tudo apesar de umas cenas o fogo estava pegando na agua kkk fiquei uai!!!!
    Não dáva tempo de se apegar nos personagens do nada morriam ou eram contaminados.

    30 minutos q pareciam horas!!! E os personagens q foram ficando eram os mais chatos.

    • FergusResponder

      Nê? Até que fogo na agua a gente já viu em alguns filmes e tal, mas cara, que cambada de personagem nada com nada kkk sem contar que aquela parte da votação para saber quem fica e quem sai da casa foi muito ridículo kkk esperava muito desse trem kkk