Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa - Choro é mato! || Resenha - Hospicio Nerd

Vai teia! SEM SPOILER!

Sim meus caros amigos da vizinhança, já quero abrir minha resenha falando uma coisa muito importante: MARVEL EU TE AMO! Dito isso, quero avisar também que essa resenha aqui NÃO TEM SPOILER e trás apenas a MINHA opinião sobre o filme. Na verdade acho que essa pode ser uma resenha curta demais, ou talvez longa demais, não planejei nada, só vou escrevendo conforme vou me lembrando das sensações que tive… bom, tirando as diversas vezes em que me debulhei em lagrimas. A nostalgia bateu mais forte que meu pai quando tava com raiva. Dito isso, BORA RESENHAR! 

Homem-Aranha: Sem Volta para Casa || Hospício Nerd

Marvel

A história começa do exato momento em que a Longe de Casa começa, com o Mistério revelando ao mundo que Peter Parker era o Homem-Aranha, e claro que a população que estava por ali perto do teiudo se amontoaram como um bando de formiguinhas no açúcar, e isso mostrou para o Peter como é ser o “Inimigo Público Número Um”. E claro, tanto ele quanto seus amigos precisam lidar com as consequências da grande revelação, afinal de contas não foi só a identidade dele que foi revelada, ele também foi acusado de ter matado o Mistério.

Homem-Aranha: Sem Volta para Casa || Hospício Nerd

Marvel

MARVEL EU TE AMO!!

E com tudo isso acontecendo, Peter acaba decidindo ir pedir ajuda ao Doutor Estranho, e claro que o Mago Supremo ia ajudar o seu companheiro de batalha, e com isso o feitiço foi feito, mas o senhor Parker sendo um adolescente que é, não parou de falar e acabou lascando a magia toda! E com isso, algumas pessoas de outros universos chegaram, todos eles sabendo que Peter Parker era o Homem-Aranha! Doutor Octopus, Duende Verde, Electro, Homem Areia e o Lagarto!  Foi muito bom ver personagens de outros filmes sendo apresentados dentro da MCU. No começo achei que a coisa poderia até ser uma bagunça por ter tantos personagens, mas a verdade foi outra. Todos tiveram seus momentos de evolução e tela.

Uma coisa muito interessante foi ver as diferenças entre os universos, já que ao chegarem na MCU, tiveram alguns uploads bem interessantes. E no desenrolar da situação do encontro com vilões de outros mundos, tivemos uma trama e um acontecimento que só de lembrar dá vontade de chorar. Foi algo que finalmente criou um ponto para o Peterzinho de Tom Holland. O filme beira a perfeição, só não consigo dizer que é perfeito pelo simples fato de não ter tido pelo menos umas oito horas de duração! Eu ficaria ali horas e horas! Honestamente não sei muito mais o que falar sem comprometer o SEM SPOILER!

E por falar em Spoiler, quero dizer uma coisa. Se por acaso você for bombardeado com fotos e textos spoilentos, não seja o tipo de pessoa que repassa essa sacanagem, isso não faz de você um Justiceiro, só faz de você um bobo! E sem dúvidas dou CINCO FLAVITOS para essa grande história que merece ser vista em TODOS os universos possíveis. Obrigado pelas lagrimas! E peço perdão pela resenha mais curta e sem muito foco, confesso que não consegui ter um pingo de profissionalismo assistindo ao longa. Chorei, gritei, bati palmas, fiz tudo o que diversas pessoas criticam, e na boa? Tô nem aí kkk liberei toda a minha emoção, chorei mesmo, ri mesmo, me emocionei e quase fiz xixi na calça por não querer ir ao banheiro e perder um minuto que seja. Que venham diversos filmes assim!!

E por falar em emoção, te convido para ler a coluna do nosso Miranha, o João! Que também é um cabeça de teia, ele fez uma homenagem bem legal ao personagem.

.

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários