Stranger Things - Bem vindo ao Hellfire!! || Resenha

Eu queria!Sim meus caros moradores do mundo invertido, e enfim estreou a primeira parte da temporada final de dos bagulho estranho, e já quero puxar a orelha de alguns “críticos” que falaram que a série não “se aprofundou” na história dos personagens, TÁ DE SACANAGEM 06? Bom, não vou gastar meu tempo falando desses aí não, talvez lá no mundo invertido eles até sejam bons resenhistas, porém, aqui, no mundo de Hawkins… vale lembrar que essa resenha NÃO TEM SPOILER e trás apenas e unicamente a MINHA opinião, dito isso, peguem suas fichas, montem seus personagens, junte seus dados e bora entrar nesse RPG chamado Stranger Things!!

Stranger Things || Hospício Nerd

Netflix

não dá para abrir essa resenha sem começar falando daquilo que dá titulo a ela, o CLUBE HELLFIRE! Gente, como eu queria ter feito parte de algo assim na minha infância e juventude! Nunca tive amigos nerds, na real eu era praticamente o único, então quase todas as mesas de rRPG que participei foram na fase adulta, antes eu me divertia sozinho com meus livros jogos. E ver um personagem como o Eddie (Joseph Quinn), liderando o clube, cara, me fez ter muita inveja dos nossos pequenos heróis de Hawkins. E tenho que fazer uma pequena confissão, assistindo ao trailer da série, duas cenas foram as que mais me prenderam, uma do Steve de colete matando monstros no mundo invertido, e a outra era do Eddie tocando guitarra em cima de um trailer lá no mundo invertido, cara, tocar guitarra no mundo invertido? QUERO PARA ONTEM!

Eddie || Hospício Nerd

Netflix

Eddie é demais!

Vou deixar o meu fascínio pelo Eddie de lado para poder dizer uma coisa, QUE TEMPORADA FODÁSTICA! Foi um filme de terror de pouco mais de sete horas e que me manteve preso a cada segundo! E tivemos alguns pontos distintos, já que tivemos o arco do Hopper prisioneiro, da Onze e a turminha que estava na Califórnia, e claro, da galera de Hawkins. E a dona Netflix e os irmãos Duffer mandaram muito bem na escolha de ter episódios mais longos, assim eles conseguiram contar e desenvolver bem os três arcos, e ainda vem os “especializados” falar abobrinha, e o engraçado é que são os mesmos que falaram bem da temporada final de uma certa série dos tronos ai.



Hopper está vivo e isso a gente já descobriu a muuuuito tempo nê? E o xerifão foi levado para uma prisão secreta lá na Russia, e vou falar uma coisa, eu estava roendo as runhas, doido para rolar um Prison Break logo, cara, o nosso Hellboy apanhou pá porra! Em seu arco estão a Joice, e o nosso divertido e estranho amigo Murray, esses dois davam o toque cômico à situação, já que a parte do Hopper foi bem pesada. A galera da Califórnia? Mike que foi até lá ver a Onze, Will, Jonathan e seu novo amigo que adora uma fumacinha. Vimos que a Onze não está se dando muito bem na escola, sendo atacada pelos colegas de classe, e como agora está sem seus poderes, bom, a coisa não fica tão boa para o lado dela. Já em Hawkins, a coisa anda sinistra, e um novo monstro surge, ganhando o nome de Vecna! Sem dúvidas foi o melhor arco de todos! Eddie, Robyn, Nancy, Dustin, Lucas, Max e claro que não podia faltar a Erica nê?

Stranger Things || Hospício Nerd

Netflix

No fim das contas.

A direção e a fotografia foram impecáveis como sempre, mas eu preciso destacar os cortes de câmera, a edição com as coisas girando dando aquela brincada com o lance do mundo invertido é simplesmente SENSACIONAL!

A temporada foi o resultado de uma junção de estilos, ficção cientifica, comédia, drama e terror, todos com seu espaço e desenvolvimento que nos conduziu para um desfecho para lá de fodástico! E não dá para não falar da participação dele, Frederick Charles Krueger, também conhecido como Freddy Krueger! Calma, não é o personagem não, tô falando do ator que eternizou o personagem, Robert Englund. Ele fez uma participação que foi bem sinistra! E a mistura dos estilos foi muito boa no lance de mexer com você, tipo, uma hora você tá rindo, outra tá assustado, e na outra tá doido para ver o Hopper dando umas porradas em guardas russos.  Cada arco teve seu momento de trazer algo a mais sobre o passado e a vida de alguns dos personagens, coisas que aprofundam e mostram um pouco do que os fez ser quem são.

Confesso que ao meu ver quem fez “critica” falando qualquer coisa ruim da temporada ou não assistiu direito ou só é babacoide mesmo! Quero que a segunda parte chegue logo, preciso muito do desfecho dessa história e mais ainda, quero ver o Steve se dando bem e o Eddie tocando guitarra no mundo invertido, e quer saber? Quero luta no mundo invertido ao som do Eddie tocando guitarra enquanto o Steve se dá bem! CINCO FLAVITOS ELEVADOS À MÁXIMA POTÊNCIA!!

 

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários