{Resenha} Lucifer - Casos de familia! - Hospicio Nerd

Chama a Cristina!

Sim meus caros capetinhas! Enfim estreou a primeira parte da quinta temporada de Lúcifer! Essa seria a última temporada,  mas acharam por bem acrescentar mais uma, e se continuar no lance de 8 episódios por partes, podemos esperar mais uns 24 né? Bom, como sempre, vale lembrar que nossa resenha não tem spoilers e reflete unicamente a MINHA opinião! Não estou aqui para ditar o que é bom e o que não é! Só quero compartilhar o que senti ao assistir, dito isso, bora resenhar!

Lucifer : Foto

Netflix

Após os acontecimentos da última temporada, fiquei pensando em como seria a vida da turma em terra depois que o Lúcifer voltou para casa, e o que ele estaria fazendo com aqueles demônios rebeldes que tentaram levar o pequeno Chuck para o inferno, mas a gente sabe que a série não tem cenas gore, e que o foco é outro, então tivemos uma boa visão de como o rei do inferno trabalha, e deu para entender um pouco mais do lance do loop infernal, que cada um vive o inferno próprio, algo bem semelhante ao céu de Supernatural.  E eis que durante uma investigação, Chloe se vê cercada e adivinha quem surge para salvar o dia? LÚCIFER…Só que não! Isso é um ponto negativo dessa temporada, o trailer estragou o que seria um dos melhores plot twists, a gente já sábia que o Miguel estava se passando pelo irmão, mas foi muito interessante ver o jeito que o personagem foi apresentado, sendo claramente o vilão da primeira parte.

Foto D.B. Woodside

Netflix

Entre alguns assassinatos e easter eggs muito legais, tivemos um desenrolar de casos de família que deixaria até a Cristina Rocha de cabelo em pé, todos os coadjuvantes da série tiveram seus momentos de estrelado e de problemas, o da Maze deve ter sido o que teve mais foco, já que a demônio está perdida em sentimentos e na procura de algo que o dono da Lux não pode dar. Todos os dramas e desacertos foram tramados pela mente de Miguel, eita arcanjo danado esse! Tá bom que não apareceu o tanto quanto eu pensei, na real ele ficou mais nos bastidores do que em cena, mas a todo momento dava para sentir o vento de suas asas. Já a Trixie apareceu para nos levar a uma voltinha ao passado, onde vimos uma aventura de Lúcifer lá em Nova York, esse foi o episódio em preto e branco que estava bem legal, e lá também conhecemos um pouco mais da origem da Maze.

Foto Lesley-Ann Brandt

Netflix

Também descobrimos um pouco mais sobre a Linda e seu passado, segredos que a doutora guardava e que mexiam com ela, principalmente agora que está cuidando de Chuck ao lado do Amenadiel, que por sua vez está tentando fazer o possível para deixar o mundo mais seguro para o filho. Dan está completamente diferente da temporada anterior, perder sua amada Charlotte mexeu com o detetive, fez com que ele buscasse apoio em outro estilo de vida, e tentou até passar um pouco disso para nosso Luci! Ella também teve seu momento de destaque, e cara, foi um daqueles que mostrou o tanto que ela manda bem. E claro, tivemos a Chloe e o Lúcifer vivendo aqueles dilemas dramáticos que já estamos acostumados!

Foto Lauren German, Tom Ellis

Netflix

Miguel teve seus momentos em cena e nos bastidores, e tirando os casos da semana, todas as tramas foram costuradas pelo arcanjo, e uma coisa bem interessante foi o jeito dele, Tom Ellis mandou muito bem nos dois papeis, os gêmeos eram realmente opostos, Lúcifer é aquele que não fala mentiras, é todo empoderado, e seu irmão é um mentiroso de mão cheia, tem as asas escuras e parece não ter muito controle no braço direito. Mesmo com o lance água com açúcar que Chloe e Lúcifer sempre tem, tivemos grandes momentos na temporada, todos os personagens principais tiveram cenas espetaculares que vão marcar e muito o andar da temporada, incluindo uma cena de luta bem legal que obviamente foi entregue só no oitavo episódio, que terminou com um baita gancho para o restante da temporada, foi muito bom terem renovado para a sexta!

Foto Tom Ellis

Netflix

No fim das contas tivemos bons episódios, com piadinhas bem encaixadas, uma trilha sonora que diversas vezes se unia à cena, a trama principal ficou realmente com o lance familiar, seja entre os anjos, humanos ou demônios! O ponto negativo foi o lance do trailer ter entregue o lance do Miguel, que ao meu ver seria um baita momento para ser descoberto na temporada. E o gancho final… mano! Ficou sensacional, só quero que a segunda parte chegue logo, então dou QUATRO DIABINHOS para essa primeira parte!

 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários