{Resenha} Vis a Vis: El Oasis - Lágrimas, parceria e um lindo encerramento - Hospicio Nerd

To chorando até agora.

Finalmente a nossa espera pelo spin off de Vis a Vis acabou e é claro que já maratonei e vim correndo contar tudinho para vocês (sem spoiler, é claro).

O spin off foi como um presente para nós, fás da série, e minha maior felicidade foi que a produção não perdeu a qualidade em nenhum momento. O enredo se passa 2 anos depois dos acontecimentos de Vis a Vis, onde acompanhamos a dupla Zulema (Najwa Nimri) e Macarena (Maggie Civantos) se metendo em mais confusões causadas por elas mesmo.

Vis a Vis chegou ao fim… chora não, ela ganhou SPIN OFF ...

Decidida a “se aposentar” e viver uma vida normal, Macarena tenta fugir de mais um plano organizado por Zulema, mas quem resiste ao poder de persuasão de Zahir? A dupla dinâmica – que lembra bastante Bonnie e Clyde – decide então invadir o casamento de um chefão de drogas extremamente perigoso, a fim de roubar uma coroa de diamantes e se tornarem mais ricas do que já são. Porém, elas não estão sozinhas. Goya (Itziar Castro), Triana (Claudia Riera) e Flaca (Isabel Naveira) se juntam as duas. Além do nosso quinteto, temos a introdução de mais uma protagonista que é chave para o plano dar certo.

Um dos pontos que eu mais gostei foi saber mais sobre Goya e La Flaca, que são mais desenvolvidas nesse spin off. Triana, a namorada de Goya, também se torna uma personagem essencial para a trama. É quase impossível não se apegar a jovem, cheia de atitude e energia, mesmo tendo algumas atitudes imaturas, afinal, ela só tem 20 aninhos.

Vis a Vis: El Oasis': Quando a série chegará na Netflix?

(Reprodução: Fala! Universidade)

Se você acha que vai assistir a só mais uma richa entre Macarena e Zulema, muita confusão e tiroteio você está completamente enganado, porque mais uma vez, os criadores (Daniel Écija, Álex Pina, Iván Escobar e Esther Martínez) trouxeram dois assuntos extremamente importantes: Abuso e Assédio. O roteiro está bem amarrado, a trilha sonora conversa com as cenas e emoções dos personagens, sem contar a chuva de sentimentos a cada episódio. Dou destaque a Najwa Nimri que entrega mais uma atuação impecável e digna de todos os aplausos possíveis.

Se preparem para sentir raiva, nojo, nervosismo, felicidade, emoção, tristeza, nostalgia, mas principalmente, orgulho. Foi um encerramento digno, apesar de triste.

Vis a Vis: El Oasis veio para nos dizer que: Valeu a pena esperar!

Deixe seu Comentário

Este artigo não possui comentários